EXCLUSIVO: O FAIR PLAY XENOFÓBICO EUROPEU – por Caio Figueiredo

ARTIGO Copa da Rússia 2018 DIREITOS HUMANOS MUNDO OPINIÃO

Urge a contratação de um “treinador” não material, que é o princípio axiológico da dignidade humana


whatsappRECEBA nossas ATUALIZAÇÕES direto no WHATSAP


Domingo (15), um dia após a comemoração dos 229 anos da Queda da Bastilha, a seleção francesa consagrou-se campeã, derrotando a Croácia por 4×2 na final da Copa da Rússia.

Dos 23 jogadores convocados para disputar o mundial, representando o país governado pelo banqueiro Emmanuel Jean-Michel Frédéric Macron, um total de 14 (mesmo numeral da data mais importante para a república francesa – 14 de julliet) são nascidos no continente africano ou têm ascendentes oriundos da África.

Mas há, no europeu, um sentimento xenofóbico na relação com os migrantes, o que não pode ser desmontado com uma bela jogada de letra de Mbappé. No entanto, urge um melhor esquema tático no campo da geopolítica, orientado por um “treinador” não material que é o princípio axiológico da dignidade humana.

Definido o “técnico”, sua missão seria apagar a ausência de fair play dos reinos europeus onde, a exemplo da Inglaterra, predominam atitudes repulsivas que caracterizam a diáspora contra os que chegaram às fronteiras de todo o Reino Unido, o que culminou com o tão falado brexit.

Que nasça da comemoração do povo das terras napoleônicas, motivada pela conquista do bi-campeonato, um momento de reflexão e revisão de conceitos para provocar uma escatalogia do status quo do homem francês e, por extensão, para todos os povos da Europa.

Nota: os jogadores nascidos (e posteriormente naturalizados) ou de ascendência africana, defenderam a camisa patrocinada pela Le Coq Sportifla marque des champions (que por sinal deverá quadruplicar sua produção após a conquista desta Copa), na condição de cidadãos franceses e carregam consigo a imagem dos tempos do colonialismo, quando muitos países da África eram explorados pela França.


Caio Figueiredo é analista e comentarista de fatos sociais.


O Urbs Magna🌐 é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhecom seus amigos e/ou em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.

whatsappRECEBA nossas ATUALIZAÇÕES direto no WHATSAP
YouTube-icon-our_iconSubscreva nosso Canal do Youtube e acesse todos os vídeos.
facebook pagesCurta nossa Página no Facebook e receba em primeira mão todas as postagens.
facebook groupsEntre para o Grupo PROGRESSISTAS POR UM BRASIL SOBERANO e acompanhe as propostas para um país mais igualitário.
twitter icon
Siga-nos no Twitter.


Et Urbs Magna

Anúncios

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.