PT REPUDIA TEMER QUE CORTA VERBAS DA SAÚDE, EDUCAÇÃO, SEGURANÇA E, JUNTO COM PARENTE, ACABA COM A PETROBRAS

BRASIL Corrupção ECONOMIA Golpe 2016 NOTÍCIAS Soberania nacional

A bancada do PT na Câmara dos Deputados emitiu uma nota de repúdio na qual denuncia “o caráter antinacional, antipopular e pró-mercado do corte orçamentário promovido pelo governo golpista de Michel Temer”. A nota, assinada pelo líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta, destaca que “a pretexto de conter o impacto de suas medidas já desastrosas para solucionar a crise dos combustíveis, o governo ilegítimo penalizará ainda mais a população brasileira, sobretudo a parcela que mais necessita dos serviços públicos oferecidos pelo Estado”. O texto também condena a entrega das riquezas nacionais às multinacionais e pede a demissão imediata do presidente da Petrobras, Pedro Parente.
“Retirar recursos da saúde, educação, segurança pública, reforma agrária, das políticas para juventude e mulheres, entre outras áreas vitais para a diminuição da desigualdade social, é um crime de lesa-pátria. Tal crime é ainda mais grave diante da imposição da emenda constitucional que congela o orçamento social do País por 20 anos e da aprovação da contrarreforma trabalhista que transformou em letra morta a CLT”, ressalta a nota.
“Tomaremos todas as medidas para impedir a aplicação destas medidas criminosas que vão dilapidar ainda mais a nossa economia. E reafirmamos que qualquer solução efetiva para a crise que atravessamos passa, obrigatoriamente, pela demissão imediata de Pedro Parente do posto de presidente da Petrobrás e pela revogação da política de preços irresponsável que sua gestão adotou”, finaliza a nota.

Leia a íntegra da nota:

A Bancada do Partido dos Trabalhadores na Câmara dos Deputados repudia e denuncia à sociedade brasileira o caráter antinacional, antipopular e pró-mercado do corte orçamentário promovido pelo governo golpista de Michel Temer.

A pretexto de conter o impacto de suas medidas já desastrosas para solucionar a crise dos combustíveis, o governo ilegítimo penalizará ainda mais a população brasileira, sobretudo a parcela que mais necessita dos serviços públicos oferecidos pelo Estado para garantir os direitos consagrados pela Constituição.
Retirar recursos da saúde, educação, segurança pública, reforma agrária, das políticas para juventude e mulheres, entre outras áreas vitais para a diminuição da desigualdade social, é um crime de lesa-pátria. Tal crime é ainda mais grave diante da imposição da emenda constitucional que congela o orçamento social do País por 20 anos e da aprovação da contrarreforma trabalhista que transformou em letra morta a CLT.

Os cortes anunciados pelo Executivo confirmam o que apontamos desde a consumação do golpe contra a presidenta Dilma Rousseff: o governo do MDB, PSDB, DEM e seus aliados tem uma única e suprema diretriz, garantir o máximo lucro ao sistema financeiro internacional e às empresas multinacionais que desde meados de 2016 exploram nossas riquezas em detrimento dos interesses da sociedade brasileira.

Não é possível que o estatuto de uma empresa estatal e os caprichos de Pedro Parente, representante explícito do capital estrangeiro parasitário das nossas riquezas e do nosso patrimônio, prevaleçam sobre as necessidades de mais de 200 milhões de brasileiros e brasileiras.

Tomaremos todas as medidas para impedir a aplicação destas medidas criminosas que vão dilapidar ainda mais a nossa economia. E reafirmamos que qualquer solução efetiva para a crise que atravessamos passa, obrigatoriamente, pela demissão imediata de Pedro Parente do posto de presidente da Petrobrás e pela revogação da política de preços irresponsável que sua gestão adotou.
Brasília, 31 de maio de 2018.
Dep. Paulo Pimenta Líder do Partido dos Trabalhadores na Câmara dos Deputados

O Urbs Magna🌐 é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e/ou em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.

Subscreva nosso Canal do Youtube e acesse todos os vídeos. Curta nossa Página no Facebook e receba em primeira mão todas as postagens. Entre para o Grupo PROGRESSISTAS POR UM BRASIL SOBERANO e acompanhe as propostas para um país mais igualitário. Siga-nos no Twitter.

Urbs Magna 🌐

Anúncios

1 thought on “PT REPUDIA TEMER QUE CORTA VERBAS DA SAÚDE, EDUCAÇÃO, SEGURANÇA E, JUNTO COM PARENTE, ACABA COM A PETROBRAS

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.