PAULO PRETO FOI SOLTO PORQUE IA TIRAR ALCKMIN, SERRA E ALOYSIO NUNES DA VIDA PÚBLICA

BRASIL Corrupção ELEIÇÕES 2018 Golpe 2016 Justiça

A farsa do golpe perdeu qualquer limite ético. Não existe mais pudor algum. O episódio Paulo Preto torna mais do que claro que não existe possibilidade de disputa política nos marcos da atual “legalidade”.

O acordo de delação de Paulo Preto previamente estava pronto e a data chave para ser entregue era segunda-feira, dia 14. Mônica Bergamo deu a mesma informação sem citar a data.

As informações davam conta que o operador tucano tinha munição suficiente para acabar com o PSDB de São Paulo. E que sua delação seria uma pá de cal na candidatura Alckmin.

Mas a vida para os tucanos é diferente. E a justiça pode tardar, mas não falha. Horas antes de Paulo Preto fechar o acordo, o ministro Gilmar Mendes deu ordem para que ele fosse solto da prisão.

Paulo Preto é hoje um homem livre e Alckmin pode seguir com sua candidatura.

Só nas contas de Suíça de Paulo Preto foram encontrados 121 milhões de reais. Veja aqui na Folha.

O Urbs Magna🌐 é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e/ou em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.

Subscreva nosso Canal do Youtube e acesse todos os vídeos. Curta nossa Página no Facebook e receba em primeira mão todas as postagens. Entre para o Grupo PROGRESSISTAS POR UM BRASIL SOBERANO e acompanhe as propostas para um país mais igualitário. Siga-nos no Twitter.

Urbs Magna 🌐🌐

Anúncios

2 thoughts on “PAULO PRETO FOI SOLTO PORQUE IA TIRAR ALCKMIN, SERRA E ALOYSIO NUNES DA VIDA PÚBLICA

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.