GASTOS DE BETO RICHA COM VÔOS CORRESPONDEM A DUAS VIAGENS À LUA

O ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB), que deixou a chefia do Poder Executivo no dia 7 de abril, voou 779 mil quilômetros em avião locado e 2,4 mil horas em helicópteros durante os sete anos em que permaneceu no cargo. Somando os dois tipos de aeronave, o tucano gastou R$ 45,7 milhões no período. A empresa que executou os serviços é a Helisul. Os dados oficiais foram passados pela Casa Militar, que atendeu a um pedido do deputado estadual Nereu Moura (PMDB), feito por meio da Lei de Acesso à Informação.
O peemedebista contou nesta segunda-feira (24) que pretende encaminhar uma denúncia ao Ministério Público (MP) Estadual. No caso do jatinho, o custo foi de R$ 28 milhões, o que significa R$ 4 milhões por ano, R$ 10,9 milhões por dia ou ainda R$ 457 por hora. Já o helicóptero, de uso exclusivo de Richa, consumiu R$ 17,7 milhões em cinco anos, ou seja, R$ 3,54 milhões por ano, R$ 9.698 por dia e R$ 404 por hora.

“Para exemplificar a lambança que o governador promoveu, a distância da Terra até a Lua é de 384.400 quilômetros. Portanto, com os 779.265,4 quilômetros voados pelo governador daria para ir duas vezes até a lua e ainda sobrariam dez mil quilômetros para assistir à Fórnula 1 nos Emirados Árabes, fazendo uma parada técnica em Paris”, ironizou Moura, em discurso no plenário da Assembleia Legislativa (Alep). “Esse jatinho é alugado pelo povo do Paraná. Esses equipamentos foram utilizados com certeza com fins políticos e é preciso investigar, para se tomar as devidas providências”, completou.

O líder do PMDB na Casa fez ainda um comparativo com o uso de helicópteros por parte do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral. Conforme o MP do Rio, Cabral fez mais de dois mil voos particulares com helicópteros que deveriam estar a serviço do Estado, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 20 milhões aos cofres públicos. “O Cabral usou o avião por 109 mil quilômetros. Aqui foram sete vezes mais. A comparação é desproporcional. É vergonhoso. É um escândalo”.

Procurada, a assessoria de imprensa de Beto Richa informou que a utilização das aeronaves locadas era determinada pela Casa Militar, que também geria o contrato com a Helisul. Pré-candidato ao Senado pelo PSDB, Richa deixou o Palácio Iguaçu devido à lei eleitoral, que exige um prazo de seis meses de desincompatibilização. Quem assumiu foi Cida Borghetti (PP), que buscará a reeleição. O pedido de informações de Moura foi feito antes da troca e respondido no dia 18 de abril.

Subscreva nosso Canal do Youtube e tenha acesso a todos os vídeos. Curta nossa Página no Facebook e receba em primeira mão todas as postagens. Entre para o Grupo PROGRESSISTAS POR UM BRASIL SOBERANO e acompanhe as propostas para um país mais igualitário. Siga-nos no Twitter

Urbs Magna via portal Terra

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s