ACUSADOS DE PROPINA, ÁLVARO DIAS E ROSÂNGELA MORO FIZERAM DOBRADINHA EM PROJETO NO SENADO

O senador Álvaro Dias (Podemos-PR) nega ter recebido R$ 5 milhões para enterrar a CPI do Cachoeira. É “armação política”, afirma o presidenciável paranaense.

Em nota, ele alega: “…não conheço Samir Assad.”- o empresário que, em fato inédito, usa no e-mail revelado pela Veja um codinome identificando o nome entre parênteses. O email é do mês de junho de 2012 mas, em outubro do mesmo ano, Alvaro Dias usou a tribuna para pedir a prorrogação da CPI por 180 dias.

A J. Malucelli, empreiteira alvo dos mandados de busca e apreensão da 49º fase da Lava Jato, pertence ao empresário Joel Malucelli, suplente de Álvaro e presidente do Podemos no Paraná.

Álvaro era tido como darling da Lava Jato.

Em 2017, ele bolou um projeto de lei no Senado com a advogada Rosângela Wolff Moro, mulher do juiz Sergio Moro.

Tratava-se da criação de um “fundo de reserva” nas parcerias entre a administração pública e organizações da sociedade civil, “a ser utilizado para atender a situações emergenciais, imprevistas ou imprevisíveis”, disse à Folha.

O projeto foi protocolado a pedido de representantes das Apaes (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), entre eles Rosângela, procuradora jurídica da Fenapaes (Federação Nacional das Associações). Eles afirmam que atrasos nos repasses têm prejudicado a saúde financeira das instituições.

A matéria está pronta para ser votada na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Casa, após posicionamento favorável do relator.

As Apaes são entidades civis que têm como missão a defesa dos direitos e a melhoria da qualidade de vida das pessoas com deficiência, por meio, por exemplo, de educação especializada. Procuradora da Fenapaes desde 2013, Rosângela foi convidada pela ONU a discursar sobre as associações em 2016.

A advogada defende causas da entidade em 33 dos 49 processos vinculados ao seu registro na OAB, na Justiça Federal do Paraná.

Empresário acusou depois de acharem e-mail de ter pago mais de 5 milhões em propina a Álvaro Dias, ele tinha encontros com a mulher de Moro para discutir apoio a APAEs.

Subscreva nosso Canal do Youtube e tenha acesso a todos os vídeos. Curta nossa Página no Facebook e receba em primeira mão todas as postagens. Entre para o Grupo PROGRESSISTAS POR UM BRASIL SOBERANO e acompanhe as propostas para um país mais igualitário.

Urbs Magna via mídias progressistas de plantão

Anúncios

One Comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: