NOBEL DA PAZ, PÉREZ ESQUIVEL, PRESTA SOLIDARIEDADE A LULA

O prêmio Nobel da Paz, o argentino Adolfo Pérez Esquivel, que aparece na foto apertando a mão do ex-presidente, esteve nesta no Instituto Lula para uma visita de solidariedade ao petista, condenado sem provas no processo envolvendo o triplex no Guarujá (SP); Lula e Esquivel conversaram sobre a situação atual da América Latina, com retrocessos na democracia e nos direitos sociais; o argentino recebeu o Nobel pela sua luta pela democracia e direitos humanos na América Latina quando grande parte da região vivia sob ditaduras militares.

O prêmio Nobel da Paz, o argentino Adolfo Pérez Esquivel esteve nesta sexta-feira (02) no Instituto Lula para uma visita de solidariedade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado sem provas no processo envolvendo o triplex no Guarujá (SP).

Lula e Esquivel conversaram sobre a difícil situação atual da América Latina, com retrocessos na democracia e nos direitos sociais.

O argentino recebeu o Nobel pela sua luta pela democracia e direitos humanos na América Latina quando grande parte da região vivia sob ditaduras militares. Ele conheceu Lula em 1982.

Também participaram do encontro o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, o ex-ministro das Relações Exteriores e Defesa, Celso Amorim, e a advogada e professora Carol Proner acompanharam o encontro.

Denúncia ‘sem prova cabal’

Quando o Ministério Público Federal denunciou Lula, em setembro de 2016, o procurador Henrique Pozzobon admitiu não existir “prova cabal” de que o petista é “proprietário no papel” do tripléx.

Nove meses antes, em janeiro, o ex-presidente publicou no site do Instituto Lula um dossiê completo em que disponibiliza todos os documentos referentes ao apartamento. Foram publicados seus contratos com a Bancoop, sua declaração de Imposto de Renda, a declaração de bens ao Tribunal Superior Eleitoral e os contratos que compravam a desistência da ex-primeira-dama Marisa Letícia em continuar com o imóvel.

“A mesquinhez dessa ‘denúncia’, que restará sepultada nos autos e perante a História, é o final inglório da maior campanha de perseguição que já se fez a um líder político neste País”, diz o texto.

O curioso é que, no mesmo processo, o Tribunal de Justiça de São Paulo confirmou nesta quinta-feira (1) a absolvição do ex-tesoureiro do PT João Vaccari e outras 11 pessoas no caso que trata de supostos desvios da Cooperativa Habitacional dos Bancários (Bancoop).

Como, no caso de Lula, a suposta propina, através do triplex, envolveria contratos na Petrobras, o julgamento dele foi remetido a Curitiba, onde está sendo investigado em primeira instância jurídica o esquema de corrupção na estatal.

VÍDEO RELACIONADO:

Subscreva nosso Canal do Youtube e tenha acesso a todos os vídeos. Curta nossa Página no Facebook e receba em primeira mão todas as postagens. Entre para o Grupo PROGRESSISTAS POR UM BRASIL SOBERANO e acompanhe as propostas para um país mais igualitário.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: