Temer “prova que está vivo” e volta a receber aposentadoria

O presidente Michel Temer voltou a receber a aposentadoria como procurador do Estado de São Paulo depois fazer a “prova de vida” exigida pelo SPPrev (São Paulo Previdência). Temer se aposentou em 1996, aos 55 anos.

Segundo a SPPrev, “o presidente da República Michel Temer procedeu ao recadastramento obrigatório e que seu benefício junto à São Paulo Previdência foi regularizado e creditado em folha suplementar, incluindo os retroativos devidos”.

Temer ficou sem receber o benefício porque precisaria se apresentar em qualquer agência do Banco do Brasil ou em uma unidade de atendimento presencial da SPPrev no mês do aniversário — setembro — para realizar a “prova de vida”. Como o presidente não compareceu, ficou sem receber.

O valor do rendimento bruto de Temer é de R$ 45 mil por mês, valor que ultrapassa o teto de aposentadoria permitido pela Constituição. Por isso, o presidente recebe o teto salarial para procuradores de São Paulo, que é de R$ 39,6 mil. O valor líquido é de R$ 20 mil.

Subscreva NOSSO CANAL NO YOUTUBE e tenha acesso a todos os vídeos. Curta NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK e receba em primeira mão todas as postagens. Entre para o Grupo PROGRESSISTAS POR UM BRASIL SOBERANO e acompanhe as propostas para um país mais igualitário.

Urbs Magna via R7

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: