CENSURA: Vampirão da Tuiuti é obrigado a desfilar sem faixa presidencial

18 de fevereiro de 2018 0 Por Redação Urbs Magna
CENSURA: Vampirão da Tuiuti é obrigado a desfilar sem faixa presidencial

A censura está de volta ao Brasil, um dia depois da intervenção militar no Rio de Janeiro.

Nesta madrugada, no desfile das campeãs, o vampirão da Paraíso do Tuiutí desfilou sem faixa presidencial.

Em entrevista à Mídia Ninja, o historiador Léo Morais, que deu vida ao personagem, afirmou que ele representa o sistema – e não necessariamente Michel Temer, que usurpou a a presidência da República por meio de um golpe parlamentar.

No desfile, as arquibancadas foram também tomadas por protestos contra a Globo, peça central no golpe de 2016, que pediu a volta das forças armadas no Rio de Janeiro. Léo Morais se disse muito feliz com a segunda colocação da Tuiuti e também muito preocupado com as semelhanças entre os dias atuais e o período que antecedeu o golpe militar de 1964.

O deputado federal PT-SP comentou no Twitter:

Subscreva nosso Canal do Youtube e tenha acesso a todos os vídeos.
Curta nossa Página no Facebook e receba em primeira mão todas as postagens.
Entre para o Grupo PROGRESSISTAS POR UM BRASIL SOBERANO e acompanhe as propostas para um país mais igualitário.

Anúncios