Venezuela realizará exercícios militares

MUNDO NOTÍCIAS

O presidente Nicolás Maduro anunciou a conclusão nos dias 24 e 25 de fevereiro do exercício civico-militar Independencia 2018 para a preparação de venezuelanos com vista a defender o país.

Durante a cerimônia deste sábado para a partida do Navio Alpha Bravo Simón Bolívar, que participará no XXX Cruzeiro de Instrução ao Exterior Velas Latinoamericanas 2018, o presidente destacou a importância dessas práticas militares diante das ameaças que enfrenta a nação sul-americana.

Ele também expressou seu orgulho pela disciplina, moral e honra militar que caracteriza as Forças Armadas Nacionais Bolivarianas (FANB).

Ele felicitou especialmente o Ministro da Defesa, Vladimir Padrino e o Almirante Remigio Ceballos, chefe do Comando Estratégico do FANB, “pelo trabalho que realizaram ao longo de sua carreira militar”, que ele descreveu como honra e compromisso. com a pátria.

O Chefe de Estado pediu aos cadetes da Escola de Navios que ignorassem a campanha xenófoba contra a Venezuela no exterior e demonstrem os valores e a verdade da Venezuela.

Como parte do ato, Maduro entregou o certificado de certificação do Navio Escolar Simón Bolívar como um Ativo de Interesse Cultural da Nação.

“O navio escolar Simón Bolívar é um bom interesse cultural para toda a América do Sul, América Latina e Caribe e para todos os nossos povos. Existem nossos valores “, disse ele.

Durante uma viagem de sete meses pela América Latina, o navio militar viajará pelo Brasil, Uruguai, Argentina, Chile, Equador, Panamá, Curaçao, Colômbia, República Dominicana, México e Cuba.

A tripulação, que partiu do estado de Vargas, é composta por 174 membros das Forças Armadas Nacionais Bolivarianas (FANB), 74 delas são cadetes de vários componentes do exército venezuelano.

Anúncios

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.