MBL é humilhado nas redes por post contra a Tuiuti, e envergonhado apaga publicação

BRASIL NOTÍCIAS POLÍTICA PROTESTOS NO BRASIL

“Manifestoche” da Tuiuti retrata as manifestações pró-impeachment, o retrato do MBL na Sapucaí deixou os golpistas irritados. Créditos: Bruna Prado/UOL.

O MBL deu um exemplo de vergonha alheia. Após o histórico desfile da escola de samba Paraíso do Tuiuti que se transformou em viral com um enredo em que denunciou a continuidade da escravidão na reforma trabalhista, o MBL publicou em sua página no Facebook um artigo relativizando a escravidão no capitalismo.

De tanto lamber as botas dos racistas o MBL tem dificuldade de se nortear. Basta ter alguma expressão do povo negro, de sua história de resistência e ousadia, que os seguidores do “vampiro neoliberalista” saem correndo para passar vergonha.

E essa sequer havia sido a única matéria contra a Tuiuti. Querendo desmoralizar o histórico desfile da Tuiuti publicaram que o carnavalesco responsável por ele, Jack Vasconcelos, “publicou mensagens de ódio”. As tais mensagens seriam posts do carnavalesco contra Temer (intocável para o MBL!), a reforma trabalhista e demais ataques do governo golpista. Críticas justas, e que não se comparam com as besteiras que o MBL costuma propagar nas redes.

Mas o auge da vergonha do MBL foi o compartilhamento da notícia do site Ceticismopolítico, cujo título é “A Tuiutiu fingiu protestar contra a escravidão, mas defende as leis escravagistas da extrema esquerda”. Depois da avalanche de críticas, o link foi apagado do site, mas na descrição do post na página do MBL chegam a dizer que “toda escravidão, pelo menos na história moderna, foi pelo menos ajeitada pela extrema esquerda”. Patético!

Depois de uma enxurrada de comentários críticos a tamanho ridículo, o site “Ceticismo Político” apagou a matéria, envergonhado. O MBL, no entanto, segue passando vergonha em sua página de Facebook, defendendo Temer e o Golpe.

O MBL para mascarar sua impotência frente ao impacto do desfile da Tuiuti finge não conseguir entender como é possível relacionar a situação atual do povo brasileiro com o passado escravista. Uma tentativa totalmente frustrada da direita, que não esconde como foi emocionante o desfile da Tuiuti. Eu, como muitas e muitos, me orgulhei ainda mais de fazer parte da história de luta e ousadia do povo negro. E isso o MBL e a direita não agüentam!

Agora é levar da Sapucaí para as ruas, e derrotar os ataques do “vampiro neoliberalista” de Temer e da direita com a força da mobilização da classe trabalhadora e do povo negro! Que a CUT, a CTB e as centrais sindicais se inspirem na Tuiuti, parem de fazer corpo mole e convoquem uma verdadeira greve geral no próximo dia 19, contra as reformas e pelo direito do povo decidir em quem votar!

Urbs Magna via Esquerda Diário

Anúncios

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.