Blogueirinho da Folha tem sonho com Lula presidente, acorda soluçando e liga para se despedir do redator chefe

BRASIL Golpe 2016 NOTÍCIAS POLÍTICA

Ao se refazer do ‘susto’, escreveu a pior matéria de sua vida e ainda colocou um título abstrato: Lula e o futuro do PT“.

Hélio Schwartsman batizou-a com um subtítulo ainda pior: Ex-presidente ainda é visto como uma espécie de deus entre os petistas. Com isso, malandramente ele seccionou os cérebros de seus fiéis leitores que, sabidamente, há muito se feriram nos espinhos da ‘maldição lulista’ implantada em suas mentes e os induziu ao deleite de uma vingança que nunca existiu através de uma frase de concordância traiçoeira.

HÉLIOOlha elezinho aí na foto. O jornalista que atropelou a obviedade do grande acordo entre os juristas, a mídia PiG,  a putalhada velha da política do Brasil e, segundo relatos do bloco esquerdista na world wide web, os agentes (entre anônimos e famosos) internacionais do Plano Atlanta.

Mas o Helinho sabe, e em seu âmago agora está enfatizado pelo sonho, que o ex-presidente foi, é e sempre será o deus dos progressistas visionários deste país.

Schwartsman escreveu na Folha que “…o Brasil, como qualquer democracia, precisa de um partido de massas mais à esquerda…) e completou dizendo, corretamente, que o PT desempenha esse papel deste o início dos anos 90.

Contudo, na sequência de sua lógica, ele rebaixa o sentido de ‘causa’ para ‘obstinação’ – uma colocação que confere ao segundo adjetivo uma completa desconfiguração do primeiro: “A obstinação com que a legenda se abraça a Lula poderá custar-lhe o posto de principal partido de esquerda“.

Hélio Schwartsman, conforme compôs acima, deixou em evidência sua pretenciosa previsão de que o PT perderá seu posto de principal partido de esquerda esquecendo-se, decerto propositalmente, que há muito é a principal legenda de toda a América Latina.

O súdito de Otávio Frias Filho, vulgo OFF, prosseguiu em sua tentativa literária sensacionalista fazendo afirmações que jamais poderiam ser adulteradas pela imprensa golpista, como os inegáveis bons momentos de forte crescimento econômico com pleno emprego sob o comando do petista Lula e sua equipe, mas continuou em pecado na repetição da “verdade” (entre aspas) de um dos versículos do Grande Livro dos Golpistas – repetição para que ela finalmente se torne verdade (sem aspas) -, o que não convém repetir agora.

Seu blá blá blá é de arrepiar, parecendo sofrer de algum mal cognitivo grave: é mais repetidor das balsfêmias de PiG do que um esperado compositor racional de um grande jornal em declínio – foi-se a época das reportagens espetaculares. Hélio usa a precisão da concordância cheia de truques de nossa língua para driblar a inteligência escassa de quem acredita nele. O cara chega ao cúmulo de negar todo o entreguismo iniciado pelos golpistas: “… Seriamente encrencado com a Justiça, Lula tem como único discurso negar (…) seu envolvimento (…). a crise seria consequência de um complô de potências estrangeiras para se apossar do pré-sal.

Por fim, sua verborragia intencional desqualifica o político Lula colocando-o em um altar onde é venerado por seguidores (ele quase disse cegos) como a um deus. Pra complicar, o blogueiro faz seus midiotas confundirem o insistente clamor petista por justiça à Lula com incapacidade “…de abandoná-lo.” O blogueiro encerra o assunto comparando Lula a uma “… âncora que impede o partido de seguir adiante.

Leia o artigo original

Anúncios

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.