Ministro do STF autoriza novo inquérito para investigar Kassab

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), abriu oficialmente nesta sexta-feira (2) uma nova investigação sobre o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab.

O inquérito foi pedido pela Procuradoria Geral da República (PGR) com base na delação premiada de Wesley Batista e Ricardo Saud, executivos do grupo J&F.

Na colaboração, Wesley contou que quando era prefeito de São Paulo, em 2009, Kassab recebia R$ 350 mil de propina por mês num aluguel de caminhões. Segundo o delator, durante seis anos foram pagos cerca de R$ 20 milhões.

Saud, por sua vez, disse que Kassab teria vendido apoio político do PSD à campanha da ex-presidente Dilma Rousseff à reeleição em 2014. Os pagamentos teriam sido efetuados pelo grupo J&F, por meio de doações oficiais.

Quando os casos vieram à tona, em maio do ano passado, Kassab disse que nunca recebeu recursos pessoais, que não houve negociação do partido e que as doações recebidas foram registradas na Justiça Eleitoral.

Desde o ano passado, a PGR apurava os episódios sem a abertura de um inquérito; os papéis tramitavam no gabinete do ministro Edson FAchin, responsável pela Operação Lava Jato – como não havia ligação com a Petrobras, o caso foi repassado a Alexandre de Moraes.

Com a abertura do inquérito, serão tomados novos depoimentos de Wesley Batista e Ricardo Saud, que deverão apresentar documentos sobre os fatos narrados. Caso tenha interesse, Kassab também poderá apresentar explicações sobre as suspeitas.

Urbs Magna via G1

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s