Camiseta da FEBEM é exposta em loja

BRASIL DIREITOS HUMANOS INTERNET NOTÍCIAS

A marca A Mulher do Padre (AMP) causou polêmica nas redes sociais por vender uma camiseta idêntica às usadas no passado por internos da Febem-SP, atualmente chamada de Fundação Casa. O imbróglio teve início após um usuário do Facebook publicar uma foto da camisa pendurada no mostruário da loja.

“Eu me assustei pela audácia de ter feito uma camiseta daquelas. Fiquei meio assustado, pois deu aquela ideia de mercantilizar o sofrimento alheio”, disse Marcel Nunes, autor da publicação.

Diante da repercussão negativa, a AMP encerrou a venda do produto, que custava R$ 96. “É uma marca que vendemos chamada Lost & Found, de camisetas perdidas no tempo. Uniformes de parque de diversões, companhias aéreas, concertos históricos, o melhor e o pior dos últimos tempos”, comunicou a empresa que complementou: “Casos de tortura e morte na Febem são acontecimentos que não tínhamos em conta, senão não incluiríamos de forma alguma”.

Entre a década de 1980 e o início dos anos 2000, a Febem costumava ganhar as manchetes por conta de rebeliões promovidas pelos internos e inúmeros casos de maus tratos.

Anúncios

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.