Desabafo de um advogado sobre a injustiça com Lula

25/01/2018 1 Por Redação Urbs Magna
Desabafo de um advogado sobre a injustiça com Lula

Por Luiz Fernando Mainardi

Eu sabia…
Mas não sabia que ficaria triste.
Sou advogado, e sempre acreditei no direito.
Sou cidadão, e sempre apostei que a justiça triunfaria.
Sou político, e não aceito a idéia de que todos somos iguais aos piores.
Não!
Não aceito alguém ser condenado sem crime, porque para haver crime tem que ter provas da autoria.
Não!
Não posso me calar perante uma injustiça, assim como não posso aceitar qualquer prática criminosa.
Ser condenado sem crime cometido é tão indigno e desumano quanto um próprio crime eventualmente cometido.
Somente nossa consciência crítica e nossa militância haverão de derrubar estes algozes justiceiros que se atulizam do direito para fazer política.
Teremos que ter muitas Carlas, Marias, Fernandos e tantos outros nas ruas, nas praças, no trabalho, no colégio, em todos os lugares a dizer: Justiça já! Abaixo o preconceito e a opressão!
Viva Lula!
Viva os que acreditam num país justo e solidário!
Viva os que sonham com um mundo melhor!

Anúncios