Brasil aponta para uma direção triste, caso as eleições não alterem esse destino

BRASIL ECONOMIA NOTÍCIAS

Itaú cobra congelamento do salário mínimo e cortes em programas sociais

O banco Itaú divulgou essa semana, um estudo que foi publicado pela revista Exame, que em conjunto com a InfoMoney, formam a mídia especializada mais voltada ao mercado financeiro, no Brasil, em que aponta para uma direção triste, ao qual o país deve tomar nos próximos anos, caso as eleições não alterem esse destino. Segundo o estudo, a Reforma da Previdência é apenas o começo de uma série de destruições das políticas de seguridade social e de combate à pobreza no Brasil.

Das medidas sugeridas, que dão o tom do “Admirável Mundo Novo” do mercado financeiro, que espera o futuro brasileiro, está a redução de 17% em programas sociais, congelamento do salário mínimo, por mais de 10 anos e fim, do que eles chamam de “regalias” do funcionalismo público. Lembrando, que o programa chama de regalia, qualquer tipo de compensação por doença, afastamento por problemas psicológicos e outros agravantes de profissões como professores e policiais.

A pesquisa é uma visão profundamente ortodoxa e idealizada de uma sociedade heterogênea desigual. O resultado tem uma interpretação cruel e elitista da realidade. Típica de quem vive protegido dentro dos gabinetes dos prédios de vidro do mercado financeiro. Veja o gráfico divulgado pela revista:

Anúncios

1 thought on “Brasil aponta para uma direção triste, caso as eleições não alterem esse destino

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.