[Vídeo] Maduro finalmente expulsa o puxa saco de Temer da Venezuela

Golpe 2016 MUNDO NEWS POLÍTICA

Representante brasileiro em Caracas foi declarado ‘persona non grata’

Relembre o vídeo em que o Embaixador foi calado pelo chanceler venezuelano por ter falar asneiras sobre o país chavista durante encontro da OEA com outros representantes

O Ministério das Relações Exteriores não tem nenhuma previsão de enviar outro representante brasileiro à Venezuela, após o embaixador do Brasil no país, Ruy Pereira, ter sido declarado persona non grata pelo governo de Nicolás Maduro.

Com a saída de Ruy Pereira, que está no Brasil passando as festas de fim de ano, quem assume seu posto é um membro do corpo diplomático que está no país, o encarregado de negócios. Trata-se do segundo representante mais antigo do Brasil na Venezuela, depois do embaixador.

O Itamaraty já avisou que deverá adotar “medidas de reciprocidade correspondentes”. O mais provável é que o representante mais graduado da Venezuela no Brasil também seja declarado persona non grata.

O anúncio sobre a situação do embaixador brasileiro foi feito neste sábado pela presidente da Assembléia Nacional Constituinte (ANC) da Venezuela, a ex-chanceler Delcy Rodríguez, durante coletiva de imprensa. Ela disse que a medida foi aprovada pelo governo de Nicolás Maduro, e que o cumprimento da decisão será feito pela chancelaria.

Na prática, a medida da Venezuela indica que o embaixador brasileiro está expulso do país. Pereira, que viajou para as festas de fim de ano e não se encontra na Venezuela, não poderá mais retornar a Caracas.

Além do diplomata brasileiro, também foi considerado persona non grata o representante do Canadá, Craib Kowalik. A ex-chanceler argumentou que, no caso brasileiro, a medida será mantida “até que se restitua o fio constitucional que o governo de fato violou”, em uma referência ao impeachment de Dilma Rousseff. O Canadá foi incluído “por sua permanente, insistente, grosseira e vulgar intromissão nos assuntos internos da Venezuela”.

O Brasil tem criticado com frequência a ruptura do governo de Maduro em relação aos princípios democráticos. Foi por essa razão que a Venezuela foi suspensa do Mercosul com base na cláusula democrática em agosto passado, no primeiro ato da presidência brasileira no bloco.

Como reação ao impeachment, em maio passado, a Venezuela retirou seus embaixadores do Brasil. Em resposta, o Brasil fez o mesmo. Mas, em maio deste ano, o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, enviou Pereira de volta a Caracas num movimento para normalizar as relações. A Venezuela, no entanto, continua sem embaixador em Brasília.

 

Anúncios

1 thought on “[Vídeo] Maduro finalmente expulsa o puxa saco de Temer da Venezuela

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.