Vítima de racismo, ele concorre ao Senado pelo partido de Bolsonaro, condenado por racismo

BRASIL DIREITOS HUMANOS Eleições 2018 ESPORTES NEWS POLÍTICA

Ronaldinho Gaúcho, vítima de racismo no México, será candidato a Senador pelo partido do militar ultraconservador jair Bolsonaro, condenado pelo Tribunal do Rio de Janeiro por “danos morais coletivos contra comunidades quilombolas e a população negra em geral”.

O futuro Senador Ronaldinho Gaúcho, como ele deseja ser, aproveita-se da demência política do povo, que elege palhaços e ‘heróis’ do futebol para cargos públicos.

Difícil de entender, não? Entretanto o partido que apoia Bolsonaro desmente filiação de Ronaldinho Gaúcho, conforme divulgou ontem a Revista Online IstoÉ.

“O partido Patriota, decidido a lançar a candidatura à Presidência do deputado federal Jair Bolsonaro, desmentiu nesta sexta-feira qualquer acordo para apoiar o ex-craque de futebol Ronaldinho Gaúcho a tentar uma cadeira no Senado.

“Não há nenhum acordo feito entre o partido e o atleta Ronaldinho Gaúcho para lançamento de eventual candidatura deste último ao Senado Federal” nas eleições de outubro de 2018, indicou essa formação política em comunicado.”

Anúncios

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.