TRF-4 contra MORO beneficia LULA: Desembargador revê prisões preventivas e condenações sem provas

BRASIL Corrupção Golpe 2016 operação lava jato Sérgio Moro e Lula
JOÃO GEBRAN NETO
JOÃO GEBRAN NETO (TRF-4)

O Desembargador João Gebran Neto, do Tribunal Regional Federal da Quarta Região – TRF4 – reviu a decisão do Juiz Sérgio Moro, que determinou prisão preventiva e condenação de 20 anos de prisão do ex-gerente da Petrobras Luis Carlos Moreira da Silva. Segundo a ConJur (Consultor Jurídico – veículo independente de informação sobre Direito e Justiça), o TRF-4 afirmou que Moro não poderá mais usar a desculpa de “não ter encontrado a propina”.

LEIA TAMBÉM:

padrãoA importância dessa decisão para o ex-presidente Lula é enorme, já que ad propinas não encontradas em possíveis contas no exterior, também não encontradas, nesse caso, corresponde ao caso de propina da empreiteira OAS, que teriam beneficiado o ex-presidente. Portanto, está diretamente ligado ao apartamento do Guarujá, no qual a condenação de Lula foi justificada em indícios e convicções, utilizando o mesmo argumento, de não ter encontrado a propina. A decisão de Moro também foi similar no caso de Palocci. Gebran é relator do processo que pode impedir Lula de ser candidato.

Os advogados de defesa do ex-diretor da Petrobras alegaram a ausência de provas, para uma decisão que levaria a, praticamente, prisão perpétua a réu.UrbsMagna Brasil LEIA TAMBÉM 2

Segundo Gebran, ainda que seja justa a preocupação do juiz de primeira instância, não é motivo para prisão preventiva a não identificação de eventuais contas secretas ou do destino dos valores recebidos ilicitamente por Silva. 

A Decisão do desembargador do TRF-4 confirma a tendência e busca, ao menos de uma parte do judiciário, a retomada de alguma normalidade jurídica. As aventuras do improviso e das decisões baseadas em emoções pessoais, que impulsionaram o golpe de 2016, geraram fortes perdas na imagem do judiciário e, ao menos em parte, abriu a caixa preta da justiça, revelando juízes antagônicos e decisões, muitas vezes, ilegais à sociedade.

LEIA TAMBÉM:
favretto

 

fonte aapostagem

Anúncios

3 thoughts on “TRF-4 contra MORO beneficia LULA: Desembargador revê prisões preventivas e condenações sem provas

  1. Será que o escancaramento das safadezas da Lava Jato, mexeu com os brios de algum juiz mais centrado?

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.