Mujica propôs invasão de mulheres argentinas às Ilhas Malvinas

01/12/2014 0 Por Redação Urbs Magna
Mujica propôs invasão de mulheres argentinas às Ilhas Malvinas

Última atualização: 28out2015, 11:25GMT

O ex-presidente do Uruguai, José Mujica, famoso por liberar a maconha naquele país, certa vez propôs à Cristina Kirchner, presidente da Argentina, que utilizasse suas mulheres para tirar as Ilhas Malvinas da soberania britânica em uma estratégia denominada por ele como Invasão com cobertores.

Mujica KirchnerDe acordo com Mujica, a questão¹ da soberania do Reino Unido sobre as Ilhas Malvinas deveria ser resolvida com mulheres argentinas cruzando com nativos Malvinenses em uma invasão feminina em massa que, segundo o presidente, teria cobertores, colchões e almofadas. Para completar sua ideia ele ainda disse que, depois de tudo, a presidenta Cristina Kirchner deveria abrir as portas da Argentina para que os habitantes britânicos das ilhas fossem lá bater um futebolzinho. José Mujica acredita que, após algum tempo, as mulheres que se casassem com os britânicos que vivem lá, se reproduziriam e gradativamente modificariam o biotipo e a cultura de seus habitantes, o que facilitaria a retomada da soberania perdida em 1833. MalvinasApós tais declarações sugestivas, muitas pessoas acreditam que Mujica teve este pensamento inédito baseado nas últimas transformações comerciais internas ocorridas no Uruguai.


¹As Ilhas Malvinas já foram alvo de uma tentativa de recuperação no ano de 1982 em uma guerra que durou 42 dias. Denominadas de Falklands pelos britânicos, as ilhas pertencem ao Reino Unido desde 1833, desde quando passaram a ser reivindicadas pela Argentina devido à sua localização ge
ograficamente englobadas na plataforma continental sul-americana. 

 

Anúncios