Suzane Von Richthofen se casa com sequestradora ex-mulher de esquartejadora

12-02-2014-Suzane-Von-RichthofenQuem não se lembra de Suzane Von Richthofen que foi condenada a 38 anos de prisão pela morte dos pais? Ela, que está presa em Tremembé, em São Paulo, acaba de oficializar sua união com uma das detentas chamada Sandra Regina Gomes, que foi condenada a 27 anos de prisão pelo sequestro de um empresário na capital paulista. E,pasmem, Sandra anteriormente era cônjuge de Elize Matsunaga, aquela que em 2012 esquartejou e colocou em sacos o marido Marcos Kitano Matsunaga, da Yoki.

O novo relacionamento de Richthofen fez com que ela decidisse a não aceitar um novo regime de prisão semi-aberto concedido em agosto último. Suzane é chefe de uma fábrica de roupas que funciona no presídio e tem fama de conquistadora que arrebata os corações até das agentes penitenciárias. Richthofen foi condenada pelo assassinato dos pais, Manfred e Marísia, em 2002 na casa onde moravam em SP com participação de Daniel Cravinhos e do irmão do rapaz, Cristian Cravinho, os quais estão cumprindo pena em regime semiaberto. Todos confessaram o crime dizendo que estavam defendendo o amor de um pelo outro porque os pais de Suzane eram contra. Acredita-se que Suzane tenha arquitedado todo o plano. Ela desistiu de lutar pela herança e tenta reconquistar o amor do irmão.

Anúncios

Sobre dibarbosa

O autor estudou Letras, Língua Portuguesa, Latim, Grego, Espanhol, na Universidade Federal do Rio de Janeiro, Gestão da Informação na Universidade Federal do Paraná e Geografia no Setor de Ciências da Terra do Centro Politécnico da UFPR. Conhece os Estados de Alagoas, Sergipe, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo, Goiás, Mato Grosso, Paraná, Santa Catarina e Bahia, passagens geográficas que influenciaram decisivamente em sua formação cultural levando-se em conta a grande diversidade étnica brasileira, o que também teve um papel fundamental na consolidação de sua sensibilidade literária. É autor de três livros intitulados "A Urbs Magna", "Teu Olho Direito É Meu" e "Kiosk 25", todos sob o codinome Dino Barsa, além de dezenas de poemas e outros pequenos projetos ainda em construção. Tem a música como hobby e, sendo instrumentista desde o início da adolescência, raramente passa o tempo sem seus instrumentos preferidos: a gaita de boca e o violão. Ainda, é adepto da alimentação com base nos superalimentos em associação com atividades físicas. Tem como costume a prática da empatia como forma de enxergar melhor o vasto mundo em que vivemos. Todos são bem-vindos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s