Diamantes de fumaça tóxica

Um enorme aspirador de ar poluído será testado em um parque de Pequim em 2015. A maior novidade é ainda mais surpreendente: todo o lixo atmosférico será transformado em diamantes.daan-horz

Um parque na China terá uma torre a vácuo de 50 metros de diâmetro com filtros iônicos que sugarão as partículas de fumaça junto com o ar poluído, o qual sairá limpo por aberturas laterais. Sob o aspirador gigante estarão enterradas grandes bobinas de cobre gerando um campo eletromagnético para atrair as partículas de poluição atmosférica. 

“Na geração do campo de íons, as nanopartículas carregadas positivamente são atraídas até o solo carregado negativamente. Ocorre então a purificação do ar entre 75 e 80 por cento. Este processo já é utilizado com segurança em hospitais e é muito econômico. Para se obter 30.000 m³ de ar purificado só são consumidos 30 Watts, o equivalente de uma lâmpada”, diz Daan Roosegaarde, um designer holandês que ofereceu sua idéia aos chinos.

Ele diz que a tecnologia pode produzir corredores de ar limpo permitindo que a luz do sol volte a brilhar na cidade quase que imediatamente. E depois, uma surpresa. Todo o lixo virará diamantes. Segundo o designer, o maior volume das partículas de fumaça são de carbono que, sob grande pressão, poderá se transformar em diamantes.

Daan Roosegaarde fará uma jóia de diamantes para cada 1000 m³ de poluição coletados que será devolvido como ar limpo para a cidade de Pequim. Mas ele reconhece que isso poderá ser apenas um meio de chamar atenção para o problema da poluição.

Respostas reais exigiriam muito mais esforços para a criação de uma indústria definitivamente limpa e com o homem assumindo um outro modus vivendi. Outrossim, Roosegaarde é otimista quanto à limpeza atmosférica de Pequim e espera que seu projeto faça uma mudança radical ao permitir que os moradores da cidade percebam a diferença entre a respiração limpa e a fumacenta. 

Daan Roosegaarde já trabalhou em vários projetos de reciclagem de energia de maneira incomum,como estradas que cobram carros elétricos durante o tráfego ou um piso que gera eletricidade quando alguém dança sobre ele.

China gif

                                                     

Anúncios

Sobre dibarbosa

O autor estudou Letras, Língua Portuguesa, Latim, Grego, Espanhol, na Universidade Federal do Rio de Janeiro, Gestão da Informação na Universidade Federal do Paraná e Geografia no Setor de Ciências da Terra do Centro Politécnico da UFPR. Conhece os Estados de Alagoas, Sergipe, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo, Goiás, Mato Grosso, Paraná, Santa Catarina e Bahia, passagens geográficas que influenciaram decisivamente em sua formação cultural levando-se em conta a grande diversidade étnica brasileira, o que também teve um papel fundamental na consolidação de sua sensibilidade literária. É autor de três livros intitulados "A Urbs Magna", "Teu Olho Direito É Meu" e "Kiosk 25", todos sob o codinome Dino Barsa, além de dezenas de poemas e outros pequenos projetos ainda em construção. Tem a música como hobby e, sendo instrumentista desde o início da adolescência, raramente passa o tempo sem seus instrumentos preferidos: a gaita de boca e o violão. Ainda, é adepto da alimentação com base nos superalimentos em associação com atividades físicas. Tem como costume a prática da empatia como forma de enxergar melhor o vasto mundo em que vivemos. Todos são bem-vindos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s