10 alimentos bons para o cérebro

1) Dieta mediterrânea é saudável

dieta-mediterranea-beneficios--644x362A saúde de todo o corpo é planejada no escritório do estômago. Os reguladores neurotransmissores do humor e do comportamento são formados com os nutrientes que ingerimos. O cérebro, bem como todo o corpo humano, recebe todos os benefícios de uma dieta equilibrada. O que é bom para o coração é bom para o cérebro. Evite alimentos ricos em gordura animal e açúcar pois aumentam os níveis de colesterol e glicose. O colesterol elevado e diabetes são fatores de risco para doenças como Alzheimer ou AVC.

2) Café, chá verde e chocolate amargo

Para a melhor performance da memória, uma boa xícara de café, de acordo com estudo da “Nature Neurocience”. É estimulante e, na dose adequada, é um alimento neuro-protetor a longo prazo. O chocolate aumenta o fluxo sanguíneo para o cérebro. Mas os dois perdem essa propriedade quando combinado com leite. Enfim, o chá verde também nos ajudar a lembrar melhor. Os três têm cafeína, que permite efeitos cognitivos saudáveis. Também, retardam o envelhecimento cerebral e as doenças neuro-degenerativas.

3) Yogurte: conexão intestino-cérebro

yogur--644x362As bactérias intestinais são o nosso segundo genoma cuja influência sobre o cérebro estamos começando a conhecer e apreciar na atualidade. Elas têm sindo importante para o desenvolvimento de tratamentos contra a obesidade e outras patologias que afetam o nosso humor. Tudo isso está envolvido com a saúde mental e o desenvolvimento do cérebro. Iogurte não ajuda somente a regenerar a flora intestinal. Alguns estudos sugerem que ele também é capaz de melhorar o humor. Não é ótimo?

4) Peixes de pele azulada têm Ômega-3

salmon--644x362O ômega-3 encontrado em peixes oleosos como o atum, sardinha, anchova, salmão, cavala, linguado, entre outros, possuem ácidos graxos que protegem contra as doenças neuro-degenerativas, como a doença de Alzheimer. As gorduras poliinsaturadas ingeridas criam uma barreira que isola o cérebro e equilibra a relação do cérebro com a espinha dorsal. O ômega-3 também é eficaz no retardamento da disfunção cognitiva leve nas fases iniciais. Abandone levemente as carnes vermelhas.

5) Aveia para o equilíbrio dos nervos

Este cereal tonifica o sistema nervoso e ajuda a lidar com os esforços intelectuais. Quando tomado no café da manhã, ajuda no controle do açúcar no sangue e também reduz os níveis de colesterol, dois parâmetros fundamentais para a saúde do cérebro. A aveia também tem um efeito direto sobre o sistema nervoso: é ansiolítico e combate o stress. Tomado regularmente, melhora a concentração e desempenho em tempos de esforço intelectual especial intenso, como no caso de exames públicos.

6) Frutas vermelhas são essenciais

As frutas vermelhas e roxas são muito saudáveis ​​para o cérebro são uma importante fonte de polifenóis, que combatem o stress oxidativo. Estão associadas com um menor risco de doenças cardiovasculares. Comprovadamente são positivas na redução de infecções do trato urinário, além de melhorar a visão e diminuir problemas de audição. O aumento do desempenho cognitivo vêm sendo estudado estando associado com a ingestão regular destas frutas conhecidas por sua beleza e sabor.

7) Soja: contra o declínio cognitivo

Rico em fitoestrogênios, este cereal, velho conhecido da agricultura mundial, se tornou famoso devido às indicações médicas para a prevenção dos distúrbios associados com a menopausa. Mas não é sua única virtude. O consumo regular de soja também ajuda a prevenir a arteriosclerose. Também é eficaz para aliviar o declínio cognitivo relacionado com a idade e melhora a orientação espacial, pelo menos em mulheres, de acordo com estudos recentes. Portanto, a soja é sua aliada, se quer proteger seu cérebro contra o tempo.

8) Hortaliças ricas em sulforafanos

Para evitar derrames, couve-flor, repolho, couve de Bruxelas, nabos ou rúcula, especialmente repolho e brócolis, pois todos contém sulforafano, um antioxidante com propriedades neuroprotetoras. Suas propriedades anti-cancerígenas são comprovadas. O sulfofarano tem efeitos protetores contra a isquemia cerebral, hemorragia, dano cortical ou inflamação. Também ajuda a preservar a integridade da barreira hematoencefálica, cuja integridade começa a ser considerada crucial para as doenças neurodegenerativas.

9) Exercícios: o melhor alimento de todos

Os exercício regulares multiplicam a ação benéfica dos alimentos bons para o cérebro.Tudo o que você leu aqui é uma dica preciosa que faz parte do estilo de vida saudável do Mediterâneo. Atividade física é uma espécie de alimento mágico para o cérebro. Todos os benefícios dos alimentos acima são multiplicados, o que também ajuda a produzir ‘novos’ neurônios, essencial para a sobrevivência de outros, pois estabelecem novas conexões entre si.

10) Comece já mudando seu cardápio

Ler tudo isso é muito legal. Conhecer mais um pouco dos costumes dos povos que têm um padrão de saúde acima da média provoca um entusiasmo muito grande. Mas se você apenas ler isso e não tentar guardar em algum canto da memória, como irá se lembrar depois? Saúde não dura a vida toda. Portanto comece agora. Este é o décimo alimento:

INICIATIVA 

Anúncios

Sobre dibarbosa

O autor estudou Letras, Língua Portuguesa, Latim, Grego, Espanhol, na Universidade Federal do Rio de Janeiro, Gestão da Informação na Universidade Federal do Paraná e Geografia no Setor de Ciências da Terra do Centro Politécnico da UFPR. Conhece os Estados de Alagoas, Sergipe, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo, Goiás, Mato Grosso, Paraná, Santa Catarina e Bahia, passagens geográficas que influenciaram decisivamente em sua formação cultural levando-se em conta a grande diversidade étnica brasileira, o que também teve um papel fundamental na consolidação de sua sensibilidade literária. É autor de três livros intitulados "A Urbs Magna", "Teu Olho Direito É Meu" e "Kiosk 25", todos sob o codinome Dino Barsa, além de dezenas de poemas e outros pequenos projetos ainda em construção. Tem a música como hobby e, sendo instrumentista desde o início da adolescência, raramente passa o tempo sem seus instrumentos preferidos: a gaita de boca e o violão. Ainda, é adepto da alimentação com base nos superalimentos em associação com atividades físicas. Tem como costume a prática da empatia como forma de enxergar melhor o vasto mundo em que vivemos. Todos são bem-vindos.

5 Respostas

  1. MARIA BERNADETE DE FREITAS BATISTA

    Realmente nos esquecemos que a qualidade do que comemos reflete diretamente na nossa saúde! Minha alimentação é saudável, mas tem muito a corrigir!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s