Café: um assassino em potencial

Um recente estudo alerta pessoas até 55 anos que bebem mais de 4 xícaras de café por dia: O risco de morte por qualquer causa é maior.

anigifCOFEECerca de 50 mil pessoas entre 20 e 87 anos participaram de uma pesquisa que integrou um minucioso estudo conclusivo que afirma que o excesso de café é potencialmente perigoso.  Cerca de 2.500 mortes foram registradas durante os 16 anos de estudo e um pouco menos de 1/3 deles ocorreu devido a doenças do coração e artérias. O risco de morte aumentou 56% para pessoas com menos de 55 anos que bebiam mais de 28 xícaras de café por semana, de acordo com um relatório publicado na revista Mayo Clinic Proceedings. Além disso, os pesquisadores admitem que não se sabe quais os componentes desta bebida podem ser responsáveis ​​por estes efeitos.

O estudo indicou, ainda, que as pessoas que tomavam grandes quantidades de café tinham maior probabilidade de serem fumantes e tinham pulmões e coração menos saudáveis. Com esses resultados, os pesquisadores advertem que os jovens devem evitar o consumo de café em grandes quantidades, e afirmam que o impacto do consumo parece ser mais grave nas mulheres.

Fonte: rt.com

Anúncios

Sobre dibarbosa

O autor estudou Letras, Língua Portuguesa, Latim, Grego, Espanhol, na Universidade Federal do Rio de Janeiro, Gestão da Informação na Universidade Federal do Paraná e Geografia no Setor de Ciências da Terra do Centro Politécnico da UFPR. Conhece os Estados de Alagoas, Sergipe, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo, Goiás, Mato Grosso, Paraná, Santa Catarina e Bahia, passagens geográficas que influenciaram decisivamente em sua formação cultural levando-se em conta a grande diversidade étnica brasileira, o que também teve um papel fundamental na consolidação de sua sensibilidade literária. É autor de três livros intitulados "A Urbs Magna", "Teu Olho Direito É Meu" e "Kiosk 25", todos sob o codinome Dino Barsa, além de dezenas de poemas e outros pequenos projetos ainda em construção. Tem a música como hobby e, sendo instrumentista desde o início da adolescência, raramente passa o tempo sem seus instrumentos preferidos: a gaita de boca e o violão. Ainda, é adepto da alimentação com base nos superalimentos em associação com atividades físicas. Tem como costume a prática da empatia como forma de enxergar melhor o vasto mundo em que vivemos. Todos são bem-vindos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s