Moscas britânicas modificadas podem invadir a Espanha.

AMBIENTALISMO MUNDO

espanhol

inglêschinês

última atualizaçao em 22 de outubro de 2014

moscouUma companhia britânica, dedicada ao controle de pragas, pretende liberar insetos transgênicos em campos europeus como alternativa ao uso de pesticidas químicos, em “um experimento que implica graves riscos à saúde humana e ao meio ambiente”.

 Segundo o portal mailonline, no início de 2013  a Oxitec solicitou ao governo espanhol a realização de uma experiência com suas moscas geneticamente modificadas em campos de oliva da Catalunha como alternativa de combate às pragas que danificam a colheita daquele cultivo. Os responsáveis do projeto sustentam que os insetos transgênicos ajudarão a melhorar o meio ambiente, ao se interromper a aplicação de pesticidas químicos nas plantações. O laboratório criou moscas de oliva (bactrocera olea) somente do sexo masculino esperando que ocorra um acasalamento natural com fêmeas selvagens. Os insetos de proveta foram modificados geneticamente para causar a morte das moscas selvagens em fase larval, e assim reduzir sua população. “As moscas dos geneticistas eliminariam os parasitas selvagens em menos de dois meses.”, diz a Oxitec. Porém, ONGs ecológicas afirmam que os machos sobrevivem durante meses, por isso existe o risco que se propaguem sem controle, colocando em perigo a saúde humana, o meio ambiente e a produção de azeitonas. Um descontrole semelhante está sendo visto, recentemente, após a bactéria Cynthia se descontrolar,  auto-redefinir seu objetivo e passar a atacar seres humanos.

Anúncios

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.