Novo idioma no norte da Austrália

tajamanuUma linguista australiana descobriu que uma nova linguagem está sendo desenvolvida pelos povos indígenas no norte da Austrália. Carmel O’Shannessy viajou a uma tribo na cidade de Lajamanu, no deserto de Tanami, e percebeu que a recente geração dos 700 moradores falam uma língua nova. 

O’Shannessy notou isso em 1998, quando trabalhava na escola local com outros professores para ensinar Warlpiri [a língua da tribo] e Inglês [língua oficial da Austrália]. Os jovens falavam as duas línguas em uma única conversa ou uma única frase. 

 
Iniciaram-se gravações para posterior estudo investigando os novos modelos estruturais e os tipos de palavras. A gramática tinha um modelo unificador de verbos e substantivos. Comprovou-se um novo sistema lingüístico independente que se tornou a linguagem falada mais jovem conhecida no mundo. A nova linguagem agora é chamada Luz Warlpiri que tem combinações estruturais inéditas com a maioria dos verbos e gramática em inglês e crioulo, mas o resto da gramática é principalmente WarlpiriSegundo a professora o surgimento do idioma Luz Warlpiri é uma resposta à pressão das autoridades australianas para que as tribos indígenas trocassem o idioma para o Inglês.
Anúncios

Sobre dibarbosa

O autor estudou Letras, Língua Portuguesa, Latim, Grego, Espanhol, na Universidade Federal do Rio de Janeiro, Gestão da Informação na Universidade Federal do Paraná e Geografia no Setor de Ciências da Terra do Centro Politécnico da UFPR. Conhece os Estados de Alagoas, Sergipe, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo, Goiás, Mato Grosso, Paraná, Santa Catarina e Bahia, passagens geográficas que influenciaram decisivamente em sua formação cultural levando-se em conta a grande diversidade étnica brasileira, o que também teve um papel fundamental na consolidação de sua sensibilidade literária. É autor de três livros intitulados "A Urbs Magna", "Teu Olho Direito É Meu" e "Kiosk 25", todos sob o codinome Dino Barsa, além de dezenas de poemas e outros pequenos projetos ainda em construção. Tem a música como hobby e, sendo instrumentista desde o início da adolescência, raramente passa o tempo sem seus instrumentos preferidos: a gaita de boca e o violão. Ainda, é adepto da alimentação com base nos superalimentos em associação com atividades físicas. Tem como costume a prática da empatia como forma de enxergar melhor o vasto mundo em que vivemos. Todos são bem-vindos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s