Conselhos para não arruinar tua identidade digital

80% das empresas rastreiam no Facebook e Linkedin a história de seus candidatos.

Última atualização 28/10/2015, 07:33GMT

O uso das redes sociais para atrair talentos é um fato. Um relatório recente do Infojobs, um portal de busca de empregos, revelou que 80% das empresas traçam a história de seus candidatos no Facebook e LinkedIn. Portanto, cuidar de sua reputação online é um aspecto essencial não só para sua vida pessoal, mas também para a profissional. Aqui vai algumas dicas para que você cuide melhor de sua aparência na net:

Pense antes de postar – Antes de postar alguma coisa, entenda qual o tipo de informação que deseja projetar. Reparar a reputação ‘online’ de uma pessoa é muito difícil, então evite a publicação de conteúdo que não seja bem interpretado ou visto com bons olhos. Cuidado com tudo, inclusive com fotos enviadas de noites de festa, o que pode afetar negativamente a sua reputação no futuro.

Controle a privacidade – Configure opções de privacidade no seu perfil de rede social. Isso é fundamental para controlar quem pode acessar suas informações. Se você quiser, por exemplo, veicular em seu local de trabalho as fotos positivas de suas férias basta providenciar para que a acessibilidade às imagens estejam em modo público.

Pratique o “egosurf” – Monitore a forma como a informação de seu perfil flui através da rede. Na verdade, isso é uma prática de “egosurf”. Procure seu próprio nome na internet em motores de busca e veja os resultados. Isso o permitirá controlar toda a sua informação presente na internet.

Direitos de ratificação – Se depois de procurar o seu nome você encontrar algo que não gosta ou que julga que está incorreto, você poderá buscar amparo em alguma entidade que disponibilizará os direitos de acesso, ratificação, e até cancelamento do processamento dos seus dados pessoais. Uma Agência de Proteção de Dados fornecerá as diretrizes para o exercício da atividade.

Anúncios

Sobre dibarbosa

O autor estudou Letras, Língua Portuguesa, Latim, Grego, Espanhol, na Universidade Federal do Rio de Janeiro, Gestão da Informação na Universidade Federal do Paraná e Geografia no Setor de Ciências da Terra do Centro Politécnico da UFPR. Conhece os Estados de Alagoas, Sergipe, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo, Goiás, Mato Grosso, Paraná, Santa Catarina e Bahia, passagens geográficas que influenciaram decisivamente em sua formação cultural levando-se em conta a grande diversidade étnica brasileira, o que também teve um papel fundamental na consolidação de sua sensibilidade literária. É autor de três livros intitulados "A Urbs Magna", "Teu Olho Direito É Meu" e "Kiosk 25", todos sob o codinome Dino Barsa, além de dezenas de poemas e outros pequenos projetos ainda em construção. Tem a música como hobby e, sendo instrumentista desde o início da adolescência, raramente passa o tempo sem seus instrumentos preferidos: a gaita de boca e o violão. Ainda, é adepto da alimentação com base nos superalimentos em associação com atividades físicas. Tem como costume a prática da empatia como forma de enxergar melhor o vasto mundo em que vivemos. Todos são bem-vindos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s