Armazém da Família do Carmo foi fechado pela Prefeitura de Curitiba

ALIMENTAÇÃO BRASIL CURITIBA

O prefeito do Município de Curitiba, Gustavo Fruet, é novamente motivo de insatisfação de mais outro grupo de curitibanos,  uma vez que a administração da cidade fechou, há cerca de dois ou três meses e sem mais nem menos, o Armazém da Família do Carmo, que atendia os bairros Hauer, Boqueirão, Carmo, Uberaba, além das comunidades Tapajós e Vila São Pedro.

O Armazém da Família do Carmo está fechado há mais de dois meses.
O Armazém da Família do Carmo está fechado há mais de dois meses.

O Armazém foi inaugurado no ano de 2008 como  parte de um programa da prefeitura onde, após cadastramente específico, os cidadãos podem comprar mercadorias até 30% mais baratos. No local mais de 6 mil famílias e clientes diversos eram atendidos com produtos do gênero alimentício da alimentação básica como arroz, feijão, massa, biscoito, leite entre outros, bem como material de higiene e limpeza.

Com o fechamento os antigos clientes habituais migraram para o Armazém do Terminal do Boqueirão, um tanto distante segundo moradores da região que dizem que ao entrarem em contato com a Secretaria de Abastecimento tiveram como resposta que o fechamento é definitivo, porém o motivo não é divulgado.

Recentemente, um programa de televisão divulgou o caso do fechamento como alvo de uma série de críticas, em especial porque a prefeitura não elucidou a população sobre os motivos reais para o encerramento das atividades do Armazém, que funcionava na rua Anne Frank, 3644, de segunda a sábado.

Anúncios

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.