11 mil óbitos no mundo e Bolsonaro diz que Estados exageram com medidas

20/03/2020 0 Por Redação Urbs Magna

Compartilhe esta matéria até chegar a Bolsonaro. Parece que ele desconhece estes dados: de acordo com o Rastreador online do COVID-19, nesta sexta-feira (20), o total de casos confirmados de contaminação por coronavírus em todo o mundo já chega a 272 mil, sendo 170 mil ativos e 91 mil recuperados. A diferença, 11 mil, são os óbitos. E o Brasil já soma mais de 900 casos confirmados e 11 mortes pelo coronavírus.

Jair Bolsonaro, presidente do Brasil – Fotomontagem equipe Et Urbs Magna

Enquanto isso, do lado de cá, o presidente Jair Bolsonaro segue com suas críticas às medidas tomadas por governadores de Estados. Para o ‘mito dos mentecaptos’, eles exageram. Na verdade parece ciúmes. E neste jogo, segue ascendente o número de brasileiros infectados. Já são 904 casos, com 2 recuperados e 11 mortos. Mas Bolsonaro é duro:

Tem certos governadores que estão tomando medidas extremas que não competem a eles, como fechar aeroportos, rodovias, shoppings e feiras.”, diz o presidente acrescentando que “a economia está parando” e os governadores usarão isso para “jogar a responsabilidade” nele.

Contudo, finalmente Bolsonaro disse que “tendo em vista o momento que todos nós vivemos”, é necessária a “união” de todos. A declaração de hoje ocorre após outra série de declarações relacionando o covid-19 a “histeria” e “fantasia”.

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é ET-URBS-MAGNA-LARANJA-um2-1024x1024.png
Telegram Receba nossas Newslleters gratuitamente. Acesse e siga NOSSO CANAL
Não tem o aplicativo? ACESSE AQUI e Saiba por que o TELEGRAM é 10 vezes melhor que o WHATSAPP
Acompanhe as publicações do ET URBS MAGNA no FACEBOOK (CURTA AQUI)




𝘊𝘰𝘮𝘦𝘯𝘵𝘦 𝘤𝘰𝘮 𝘴𝘦𝘶 𝘍𝘢𝘤𝘦𝘣𝘰𝘰𝘬 𝘰𝘶 𝘶𝘵𝘪𝘭𝘪𝘻𝘦 𝘢 𝘰𝘶𝘵𝘳𝘢 𝘴𝘦çã𝘰 𝘮𝘢𝘯𝘵𝘪𝘥𝘢 𝘢𝘣𝘢𝘪𝘹𝘰. 𝘖𝘴 𝘤𝘰𝘮𝘦𝘯𝘵á𝘳𝘪𝘰𝘴 𝘴ã𝘰 𝘥𝘦 𝘳𝘦𝘴𝘱𝘰𝘯𝘴𝘢𝘣𝘪𝘭𝘪𝘥𝘢𝘥𝘦 𝘥𝘦 𝘲𝘶𝘦𝘮 𝘰𝘴 𝘱𝘶𝘣𝘭𝘪𝘤𝘢 𝘦 𝘱𝘰𝘥𝘦𝘮 𝘯ã𝘰 𝘳𝘦𝘧𝘭𝘦𝘵𝘪𝘳 𝘢 𝘰𝘱𝘪𝘯𝘪ã𝘰 𝘥𝘰 𝘴𝘪𝘵𝘦. 𝘛𝘦𝘹𝘵𝘰𝘴 𝘷𝘶𝘭𝘨𝘢𝘳𝘦𝘴 𝘦 𝘥𝘪𝘴𝘤𝘶𝘳𝘴𝘰𝘴 𝘥𝘦 ó𝘥𝘪𝘰 𝘴ã𝘰 𝘥𝘦𝘴𝘯𝘦𝘤𝘦𝘴𝘴á𝘳𝘪𝘰𝘴 𝘱𝘢𝘳𝘢 𝘢 𝘤𝘰𝘯𝘴𝘵𝘳𝘶çã𝘰 𝘥𝘦 𝘶𝘮𝘢 𝘴𝘰𝘤𝘪𝘦𝘥𝘢𝘥𝘦 𝘤𝘪𝘷𝘪𝘭𝘪𝘻𝘢𝘥𝘢. 𝘕𝘦𝘴𝘵𝘦𝘴 𝘤𝘢𝘴𝘰𝘴, 𝘳𝘦𝘴𝘦𝘳𝘷𝘢𝘮𝘰-𝘯𝘰𝘴 𝘰 𝘥𝘪𝘳𝘦𝘪𝘵𝘰 𝘥𝘦 𝘣𝘢𝘯𝘪𝘳 𝘴𝘦𝘶𝘴 𝘱𝘦𝘳𝘧𝘪𝘴.
Anúncios